quinta-feira, 16 de abril de 2009

Palestina versus Israel

Um exemplo engenhoso do discurso e da política, acerca da posse da Palestina, conta-se que ocorreu na Assembleia das Nações Unidas e terá feito a comunidade sorrir.
O representante de Palestina no uso da palavra:
“- Antes de começar a minha intervenção, quero dizer-lhes algo sobre Moisés. Quando ele partiu a rocha e inundou tudo de água, pensou, 'que oportunidade boa de tomar um banho!' Tirou então a roupa, colocou-a ao lado sobre a rocha e entrou na água. Quando saiu e quis vestir-se, a roupa tinha desaparecido. Um Israelita tinha-a roubado.

O representante Israelita saltou furioso e disse:
- Que é que você está a dizer? Os Israelitas não estavam lá nessa altura.
O representante Palestiniano sorriu e disse:
- E agora que se tornou tudo claro, vou começar o meu discurso.”'


[Claro que há quem considere a história apócrifa na qual o representante Israelita não cairia por mais arquétipo da estupidez que fosse. E por outro lado, com Moisés estariam muitos judeus, mas não israletitas nem palestinianos. Seja como for, entrou no anedotário.]

1 comentário:

Interessante explicação acerca de moral e ética