sexta-feira, 21 de setembro de 2012

linguagem vernácula e metafórica

.
Os termos jurídicos, como a demais linguagem técnica ou comum mudaram muito com os tempos.
 
No direito, a descrição dos factos acontecidos ou a narração das expressões exactamente proferidas manteve sempre a mesma essencialidade.
 
Este excerto de uma sentença, parecendo conter uma linguagem simultaneamente vernácula e metafórica, demonstra a intencionalidade da descrição tão real quanto possível dos factos, à época.
 
Gosto, especialmente desta parte:
 
... E levantando-lhe o faldistério, lhe encaixou o pífaro leiteiro no vaso natural e, esgaravatando, ficou consumada a desfloração...
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Interessante explicação acerca de moral e ética