sexta-feira, 14 de maio de 2010

premonição


A história repete-se inexoravelmente…

Na critica dos costumes, da política e da sociedade portuguesa de 1872, escrevia então Eça de Queiroz nas crónicas que publicava mensalmente, em fascículos (em dada altura também com Ramalho Ortigão):

"...Nós estamos num estado comparável somente à Grécia: mesma pobreza, mesma indignidade política, mesma trapalhada económica, mesmo abaixamento de caracteres, mesma decadência de espírito.
Nos livros estrangeiros, nas revistas quando se fala num país caótico … citam-se a par, a Grécia e Portugal"

EÇA DE QUEIRÓS - 1872 - in "AS FARPAS"

Este acertado juízo crítico na época mostra-se de tal maneira premonitório, que hoje só faltaria juntar-lhe a Islândia, a Irlanda, a Espanha ….

1 comentário:

  1. Incrível! Outra coincidência é ao longo de tantas décadas de história termos estado sempre em crise! A minha filha estudava, um destes dias a crise de 1383/85 e dizia:"Coitado do D.Fernando, foi rei numa altura tão má e deixou o País ainda pior..."Realmente...parece que a crise é de sempre!

    ResponderEliminar

Interessante explicação acerca de moral e ética