terça-feira, 9 de março de 2010

Sempre o dia da mulher

Acabou a guerra dos sexos. Kathryn Bigelow é a primeira mulher, em 82 anos que leva a Academia, a ganhar o Oscar de Melhor Realizador.
Para a entrega, não parece ter sido inocente a escolha da cantora, actriz, realizadora e activista dos direitos das mulheres, Barbra Streisand.
O seu Estado de Guerra, foi o grande vencedor, com mais cinco estatuetas para além da realização, melhor filme, Itálicodirecção, roteiro original, montagem e edição de som.

3 comentários:

  1. É verdade, foi bastante simbólico ela ter vencido na véspera do dia internacional da mulher. Muito bom.
    Um abraço, :)
    Suziley.

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida simbólico. E a escolha da Barbra Streisand para a entrega também carrega muito simbolismo.
    Eu já não tenho dúvidas que está aí, a passos largos, o mundo das mulheres. Elas já são em maior número, são as que terminam mais curos superiores e disputam os lugares de topo.
    A brincar, qualquer dia, os homens terão de criar o seu DIA INTERNACIONAL e lutar pela criação de quotas no acesso aos lugares da admnistração pública.

    ResponderEliminar
  3. Como viver mais anos!
    Vá mais lugares,
    Abrace Mais amigos,
    Dance Mais,
    Diga menos nãos,
    Invente menos problemas,
    Coma mais sobremesas ,
    Pratique mais esportes,
    Ria mais de si mesmo,
    Vá mais ao cinema,
    Saia mais com os amigos,
    Cante mais,
    Plante uma árvore,
    Brinque mais,
    Tire mais fotos,
    Visite o céu ,
    Visite o fundo do mar,
    O topo de uma montanha!
    Beije mais,
    Abrace mais,
    Conte mais piadas,
    Se apaixone mais vezes,
    Mesmo que seja sempre pela mesma pessoa!

    (Laura Baptista Leite).

    Bom fim de semana amiga.

    beijooo.

    ResponderEliminar

Interessante explicação acerca de moral e ética