domingo, 24 de janeiro de 2010

A febre legislativa





Leis mal feitas custam 7,5 mil milhões ao País

Uma técnica da presidência do Conselho de Ministros num colóquio no Parlamento afirmou que a má qualidade das leis em Portugal custa 7,5 mil milhões de euros ao país.
Este valor é próximo da metade do défice do subsector do Estado.
aeiou.expresso.pt/a-primeira-pagina-do-expresso

3 comentários:

  1. É, Manuel Afonso, mas as más e ineficazes leis não existem só, aí, em Portugal. Por, aqui, elas "pululam"...
    Bom final de domingo :)
    Suziley Silva.
    http://arslitterayelizus.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Muito bom seu blog, estou seguindo-o!
    Caso goste do meu também, fique a vontade pra seguí-lo também.

    http://loreniitaahh.blogspot.com/

    Um abração carioca,

    LL

    ResponderEliminar
  3. Prezado e fraterno "Amigo 100" :

    Idêntico fato ocorre no Brasil, não tanto em nível federal (nacional) e estadual, onde existem Comissões de Legislação e Justiça que examinam a legalidade e a redação para só ent~sao mandar a plenário para votação.
    Mas em nível municipal (cidades,cãmaras de vereadores ou edis) o desastre é total, fazem e aprovam leis que já existiam, sem ao menos se dar ao trabalho de consultar o setor de informática pra pesquisar as leis já existentes. É patético e felliniano...
    Um abração

    James Pizarro

    ResponderEliminar

Interessante explicação acerca de moral e ética