terça-feira, 10 de novembro de 2009

Outros muros que dividem os homens


Enquanto uns muros se derrubam, outros permanecem e se erguem. Não falo metaforicamente, onde as emoções e as relações humanas primam pelo imediatismo, falo de atitudes concertadas dos que decidem o destino das nações, dos povos e etnias, das massas migratórias e seus fluxos.

Muros que persistem em dividir

1- Índia: Barreira com quase 500 km divide Caxemira. Junto ao Bangladesh, nova barreira em construção. Terminada, terá 4000 km.

2 - Rio de Janeiro: No início do ano o Brasil começou a erguer muros de betão, com três metros de altura, para isolar 11 favelas da cidade.

3 - Bagdad: EUA ergueram em 2007 um muro de 5 km de extensão e 3,6 metros de altura a separar um bairro sunita dos bairros xiitas vizinhos.

4 - EUA: Ao longo dos 3000 km de fronteira entre EUA e México foram erguidas barreiras numa extensão de quase 560 km.

5 - Israel: Em 2002 inicia-se a construção, na Cisjordânia, de um muro de cinco metros de altura para isolar Israel de povoações palestinianas.

6 - Marrocos Enclaves espanhóis de Ceuta e Melilla estão protegidos com valas, arame farpado e barreiras com sensores de movimento.

7 - Coreia: Criada em 1953, a Zona Desmilitarizada tem 4 km de largura. Tem muros com 250 km de extensão nos dois lados da fronteira.

8 - Chipre: A Linha Verde divide áreas turca e grega. Foi estabelecida nos anos 60 sob supervisão da ONU e tem 180 km de extensão.

9 - Ulster: Barreiras de paz erguidas nos anos 70 para controlar violência entre católicos e protestantes 40 muros persistem em Belfast.

6 comentários:

  1. As coisas que eu aprendi
    No texto que agora li!...

    Ainda bem que aqui passei
    A visitar este "cantinho"
    Também está de parabéns
    Quem me ensinou o caminho

    É um blog interessante
    Com leitura cultural
    Com elogios ao "bem"
    Com denúncias ao mal

    Neste mundo desigual
    Tantos Muros e Barreiras
    Tanta gente a sofrer
    Sufocada de canseiras

    São os Muros que dividem
    São os "Senhores"que mandam
    São os pobres quem sofrem
    Porque só para trás andam

    É caso para dizer:

    Andam para aí "Senhores"
    A fazerem vidas boas
    Gastando grandes fortunas
    À custa doutras pessoas.

    Beijo
    Áurea

    ResponderEliminar
  2. E esses muros tendem a nunca desaparecer, pois assistimos a uma sede crescente de poder, ódio, rivalidade e egoísmo!
    Obrigada, por aquilo que aqui se publica...se muitos mais o fizessem, talvez isso contribuisse para sermos um pouco melhores.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Viva Áurea, sempre bem-vinda, com todos esses conhecimentos e engenho em versejar. É um prazer imenso lê-la.
    Isabel, é verdade que os povos são feitos de homens e nestes, há os que só pensam no seu grupo e na forma de os "engordar e resgauardar". Os outros são para eles meros instrumentos auxiliares. A adjectivação empregue é sempre actual para muitos casos. O que nos vale, é que de vez enquando, também há os iluminados e bem formados a mandar!

    ResponderEliminar
  4. Olá Manuel Afonso,
    O seu blogue é muito interessante. Há de facto muitos muros, gente que é marginalizada porque há interesses que mandam mais, que aqueles que deviam ser orientados pelo humanismo! Mais preocupante é que cada vez há mais muros!...
    Um abraço,
    Manuela

    ResponderEliminar
  5. Olá Manuel Afonso
    Fala-se tanto em "aldeia global" o que faz supôr união entre todos... Quantos muros que aqui apontas que, difilmente serão derrubados...
    E os "muros" internos? Aqueles que não se vêm e tanto mal fazem a todos? Do egoismo, da ganância, da inveja, do ódio, do racismo, da intolerância, da falta de solidariedade... Eu queria acreditar que a esperança nasce amanhã!! Mas nascerá??
    Um beijo e bom fim de semana.
    Graça

    ResponderEliminar
  6. Pois é Manuela, como diz o poeta: "a razão tem razões que a própria razão desconhece". Graça, os muros que se erguem nas relações das pessoas, são do mesmo modo muros que minam as relações dos humanos e dos povos. No fundo, está sempre em causa uma qualquer manifestação do poder.
    Agora, o que eu queria era aproveitar para te dar os parabéns pelo lindo texto que tens no blog sobre o teu anjo.

    ResponderEliminar

Interessante explicação acerca de moral e ética