sexta-feira, 17 de julho de 2009

Coisas do homem e da natureza

Shangai está a afundar-se

"Não bastando a ameaça da subida do nível do mar provocado pelas alterações climáticas, Shangai confronta-se com um afundamento que resulta do seu próprio peso. Uma selva de asfalto, povoada por quase vinte milhões de pessoas, que produz cerca de 15% da riqueza da China e com um porto por onde passam 30% das suas exportações, Shangai vai-se afundando entre 1,5 a 2 centímetros por ano. O novo colosso de vidro e aço com 632 metros de altura, agora iniciado, vai acelerar o ritmo de afundamento, dizem os peritos." http://doc.jurispro.net/news.php?lng=pt&pg=18296

8 comentários:

  1. O homem colhe o que planta...
    Mas como vemos, não se tem importando com esta "colheita", pois segue em frente sem olhar a nada...

    ResponderEliminar
  2. Talvez o vivesse demais sim :)

    Mas o que se lê deve' se sentir, digo eu!

    Continuação do bom trabalho que realiza neste blog :)

    ResponderEliminar
  3. M.Afonso,

    Obrigada pela visita ao olhardeperto! O simpático comentário deixada enriquece o blog e fomenta a vontade de escrever mais e melhor.
    Seguidor cmo seguidor se troca!
    Aqui estou eu a devolver a simpaia.
    Beijinho terno!

    ResponderEliminar
  4. Eu vejo esse fato com muito pesar. Um império que foi regido, durante séculos, por dinastias, palco de inúmeras guerras e quedas no governo, finalmente se consolidou como uma das maiores potências do planeta. Vejam que força é o Budismo e que fabulosa obra é a "Grande Muralha". Sim, o lado pobre da China é por demais cruel. Assiti uma reportagem a respeito, onde os alimentos não são nada convencionais. Sem comentários. Enfim, progresso traz junto consequencias desastrosas, entretanto, sem ele é pior, existindo do mesmo modo ou tão somente, a mesquinharia humana. Eu sou da opinião, que o que se conquista deve-se preservar. Não me referindo aqui, as conquistas fora do mérito advindo da labuta com dedicação e honestidade.
    Beijos,
    Ana Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Manuel,
    Infelizmente, a situação alarga-se a outros lugares no mundo... Parte de Manhattan construída sobre o "lixo" acumulado nas margens do Hudson; os diques de Chicago e de Amesterdão a necessitar de reforço ...; e aqui, no nosso cantinho, assim, de repente, estou a lembrar-me da Costa da Caparica, da Ericeira,...
    Consequências da sobremodernidade e da estupidez humana...

    ResponderEliminar
  6. Deixei-lhe um selo no meu blog. Vá lá ver se faz favor.

    ResponderEliminar
  7. Lamentável, não é?
    Onde vamos parar?Quando vamos parar?
    A ver vamos no que tanta azáfama de betão irá dar...
    Beijinho terno!

    ResponderEliminar
  8. O mais triste é saber que o próprio homem busca sua destruição...

    É a sensação de onipotência humana...

    Beijo grande!!

    ResponderEliminar

Interessante explicação acerca de moral e ética