domingo, 15 de março de 2009

Os benefícios da gratidão

Sendo este blogue um espaço de reflexão, decidi que era o momento propício para vos falar de algo que li há pouco e que para mim é novo. Não tão novo como parece à primeira vista, pois são aspectos que todas as pessoas vão dando conta no seu dia-a-dia.
O investigador Robert A. Emmons acaba de publicar um livro, baseado na chamada Psicologia Positiva:”Obrigado”. Nele, aborda a questão da gratidão como tarefa árdua, mas com inúmeros benefícios. Aqui, a palavra “obrigado” é sinónimo de gratidão, desde que seja assumida e expressa com honestidade. Nas suas investigações concluiu que a prática da gratidão traz inúmeros benefícios, incluindo um sono melhor, maior optimismo, mais humor e energia e melhor relacionamento com os outros.
Trata-se, em suma, de esforço e de disciplina para encararmos os momentos menos bons da vida. Diz-nos este estudioso que “quando as pessoas são gratas, elas experimentam uma energia calma, sentem-se mais alerta, mais vivas, mais interessadas, mais entusiasmadas”. A gratidão funciona como um antídoto para o stresse: as pessoas gratas têm menor tendência para sentir inveja, raiva, ressentimento, arrependimento e outros sentimentos menos positivos. Na sociedade consumista em que vivemos, é uma necessidade imperiosa que cultivemos o saber reconhecer o que de bom há no meio das agruras, de modo a não sermos espezinhados por tudo o que se passa à nossa volta (de forma desenfreada e competitiva). Podemos escolher ser gratos, mesmo quando as nossas emoções estão turvadas pela mágoa e pelo ressentimento. É uma questão de prática e de concentração.
Este pensar positivo é baseado na psicologia humanista que visa promover a qualidade de vida, empreendendo uma jornada de autotransformação. A psicologia positiva procura explorar forças até então desconhecidas na mente humana, com a finalidade de compreender o seu alcance e os efeitos que pode provocar, superando antigos preconceitos, abordando temas anteriormente desprezados pela nossa cultura, tais como a aptidão para amar, os dons interpessoais, a sensibilidade para o belo, o talento, a sabedoria.
Os psicólogos desta corrente actualíssima da psicologia indicam alguns caminhos para que se potencie esse humor, essa gratidão pela vida. Deixo-vos alguns:
- no final de cada dia, guarde alguns minutos para escrever três coisas que correram bem no seu dia e o motivo desse sucesso;
- semanalmente, escreva uma carta (ou mail…) a alguém, valorizando e apreciando positivamente a presença dessa pessoa na sua vida;
- crie o seu jornal da gratidão, escrevendo regularmente sobre o que está grato por existir na sua vida (pessoas, situações, momentos…);
- no seu dia-a-dia, pratique actos de altruísmo. Pequenos gestos em prol dos outros ajudam-nos a sentir mais positivos…

A gratidão é “a mais agradável das virtudes e o mais virtuoso dos prazeres”
André Comte-Sponville, filósofo francês

4 comentários:

  1. Este post está fantástico... OBRIGADO sincero, por nos fazer reflectir sobre temas e valores tão importantes.

    ResponderEliminar
  2. Gostei imenso da reflexão...Fez-me lembrar o poema de um amigo meu, Dr.João Teixeira,que diz:
    "A conjuntura não está bem.
    Todos o notamos.Todos o sentimos.
    Todos o sofremos.
    Acresce que a conjuntura não se resolve apenas com soluções conjunturais.
    A conjuntura tem de ser embebida de valores sólidos e princípios perenes.
    Enquanto não formos por aqui, tudo ficará adiado.E comprometido.'

    Isabel Costa

    ResponderEliminar
  3. Estou inteiramente de acordo.
    A gratidão faz-nos crescer, sentirmo-nos mais próximos do OUTRO, esquecermo-nos das coisinhas pequenas, pequeninas, insignificantes. O meu Bem-Haja por este post.

    Tem, e com toda a justiça, um prémio no meu Blog.

    Abraço com muita AMIZADE.

    ResponderEliminar
  4. Este post é fantástico. É triste que muitas pessoas olhas para os ploblemas dos outros,consegues ver esses problemas e não olhas para os seus, esquecendo que também têm " telhados de vidro"

    ResponderEliminar

Interessante explicação acerca de moral e ética