domingo, 27 de março de 2016

 As seis obras mais emblemáticas da pintora Maria Helena Vieira da Silva que ainda se encontram no museu lisboeta que leva o seu nome não vão ser vendidas em leilão. Os herdeiros do banqueiro Jorge de Brito, um dos maiores colecionadores de arte em Portugal, e proprietários dos quadros concordam em aceitar terrenos do Estado em troca dos 6 milhões de euros que custariam os trabalhos da pintora.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Interessante explicação acerca de moral e ética