domingo, 8 de maio de 2011

culpa 2

O povo da Islândia tomou nas suas mãos a resolução da crise, que a levou à "falência". As manifestações não sairam de frente do parlamento enquanto o governo não se demitiu e elegeram novo governo, com outros partidos. Levaram à prisão políticos e banqueiros. Referendaram a forma de pagar a dívida aos credores.
.
Ontem, em Lisboa, durante as Conferências de Economia do Estoril, Gylfi Zoega, economista, membro do banco central da Islândia, e que também participou no documentário premiado com um Óscar "Inside Job - A verdade sobre a crise", disse textualmente:

Portugal deve investigar quem do Governo e da banca está na origem do endividamento” .

"Temos de ir aos incentivos. Quem ganhou com isto? No meu País eu sei quem puxou os cordelinhos, porque o fizeram e o que fizeram, e Portugal precisa de fazer o mesmo. De analisar porque alguém teve esse incentivo, no Governo e nos bancos, para pedirem tanto emprestado e como se pode solucionar esse problema no futuro", diz o responsável."
Económico com Lusa, 08/05/11 12:02

Sem comentários:

Enviar um comentário

Interessante explicação acerca de moral e ética