quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Se depois da tempestade vem a bonança, também este caos económico e social
não durará sempre. Haja esperança.

4 comentários:

  1. "Não há mal que sempre dure", mesmo Manuel. Um grande abraço, boa noite ;)

    ResponderEliminar
  2. Manuel Afonso,
    Acredito, ou por outra, quero acreditar.
    A questão é: até quando? É que já chega!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Haja esperança... Assim queremos todos acreditar.
    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  4. Amigas, Suziley, Teresa e Cristina, é assim mesmo, próprio do ser humano, acreditar no futuro mais risonho. "o mundo pula e avança...".
    Mas, em minha verdade vos digo, que estamos precisados de alguma ordem.

    ResponderEliminar

Interessante explicação acerca de moral e ética