sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Lamego e o poder

Lamego vive a festa da corrida autárquica: Carros debitando música e apelo ao voto de manhã à noite, sound bites para perdurar, bandeiras desfraldadas, arruadas, bombos e bandas, todos a um tempo, reivindicando o espaço da feira semanal, ou entrecruzando-se pelo centro da cidade. Tem sido sempre assim, vai ser assim até às 24.ooh da antevéspera do dia 11 de Outubro.
Escolhe-se uma palavra, uma frase, uma só entre milhões e nasce um tremendo poder de evocação. Diz-se, as imagens valem mais do que as palavras é metade da verdade, pois o inverso também é verdadeiro. "De alma e coração"; "as pessoas primeiro"; "mais Lamego"; "soluções para viver melhor"; "Almacave a minha paixão"...

5 comentários:

  1. Lamego independente? Que raio de partido é este?

    ResponderEliminar
  2. Não é só em Lamego
    Mas sim por todo o País
    Alcobaça não foge à regra
    É o povo que assim diz1...

    Música e muitas palavras
    P´ra não falar de promessas
    O povo já está cansado
    E muitos! Já não vão "nessas"

    Por isso votam em branco
    Ou nem põem lá os pés
    Trabalham de sol a sol
    Outros em "altas marés"

    Muitas vezes o votante
    Vota apenas no partido
    Sem olhar para a pessoa
    Que o vai deixar "deprimido"

    É uma grande corrida!...
    Mas, assim que chegam ao "poder"
    Querem é viver a vida
    E ter pontos de partida
    Despreocupados com o sofrer

    Ando bem preocupada
    Com tanta corrupção
    Os ricos, cada vez mais
    Os pobres, em aflição.

    Áurea

    E os pobres

    ResponderEliminar
  3. Austeriana,
    Não se trata de um partido mas de uma lista de independentes que concorrem à Câmara de Lamego(movimento independente). Bom, na verdade, esta lista é formada por algumas pessoas ligadas ou próximas ao PSD e ao PP que consideram que as respectivas estruturas concelhias não foram devidamente consideradas na elaboração das listas da coligação, que veio a ser sufragada oficialmente pelos órgãos distritais e nacionais.
    Áurea,
    Como sempre a espalhar essa excepcional veia poética... Também concordo que as assimetrias e o fosso entre ricos e pobres se tem acentuado. Fala-se muito em redistribuição da riqueza, mas os políticos não sabem o que isso é.

    ResponderEliminar
  4. Manel,
    É que, sem explicação e para quem vive longe de Lamego... por momentos, pensei que era um movimento pela independência de Lamego (em relação a Portugal)! :))
    Abraço.

    ResponderEliminar

Interessante explicação acerca de moral e ética