quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Maria, a maior educadora da História

"Dez Princípios que Maria Utilizou para educar o menino Jesus"

Sinospe: "O melhor educador não é o que controla, mas o que liberta. Não é o que aponta erros, mas o que os previne. Não é o que corrige comportamentos, mas o que ensina a reflectir. Não é o que desiste facilmente, mas o que estimula sempre a começar de novo. Neste novo livro, Augusto Cury esclarece o quão importante Maria foi para a formação do homem que dividiu a história, Jesus Cristo.
Dentre aqueles que poderiam educar o menino Jesus havia milhares de candidatos, mas uma jovem destacou-se diante do olhar do Autor da existência. Seu nome: Maria. Ela tornou-se a mulher mais famosa da História. A única exaltada em dois livros sagrados, a Bíblia e o Alcorão. Entretanto, sua personalidade continua sendo uma das mais desconhecidas.
Quem foi Maria? O que ela tinha de especial? Agora o autor analisa do ponto de vista da Psicologia, Psiquiatria e Pedagogia sua personalidade e em especial os dez princípios que ela utilizou na educação do menino Jesus. Não é uma análise nem católica nem protestante, mas investigativa."
"Augusto Jorge Cury (Colina, 2 de Outubro de 1958) é médico, psiquiatra, psicoterapeuta e escritor brasileiro. Desenvolveu a teoria da inteligência multifocal, sobre o funcionamento da mente e o processo de construção do pensamento. Seus livros já venderam mais de 5 milhões de exemplares no Brasil.
É pesquisador na área de qualidade de vida e desenvolvimento da inteligência, abordando a natureza, a construção e a dinâmica da emoção e dos pensamentos. Desenvolve na Espanha pesquisa em Ciências da Educação na área de qualidade de vida. Publicado em mais de 40 países, Cury foi conferencista no 13° Congresso Internacional sobre Intolerância e Discriminação da Universidade BYU, nos Estados Unidos. É doutor honoris causa pela UNIFIL (Centro Universitário Filadélfia, em Londrina) e membro de honra da Academia de Sobredotados do Instituto da Inteligência, da cidade do Porto, Portugal. Além disso, ele é director da Academia de Inteligência, instituto que promove treinos em educadores e no público em geral. Em Março de 2008, foi criado o Centro de Estudos Augusto Cury, em Portugal, estando o mesmo integrado no Instituto da Inteligência daquele país."

in Wikipédia


Tranquilidade é uma coisa rara de encontrar nos dias de hoje, Augusto Cury faz várias reflexões sobre a vida actual, sobre os valores, sobre a inteligência, sobre os conhecimentos, sobre o saber... Uma leitura gratificante, enriquecedora e apaziguadora.

1 comentário:

  1. Efectivamente educar é um acto de transcendente inteligência e entrega permanente. Por isso, hoje, constatando-se o quão dificil é, se percebe a falta de tempo e demissão da família nessa nobre tarefa. Embora não o subscrevendo, de todo, por alguma razão não muito distante alguém apelidou a presente juventude de "geração rasca".

    ResponderEliminar

Interessante explicação acerca de moral e ética