segunda-feira, 31 de janeiro de 2011


Liberdade individual, de determinação, sexual.


Já nem sequer são bárbaros, pois esses ainda assim prosseguiam o mesquinho interesse terreno da conquista.

Estes novos bárbaros, estão muito para além, são turbas de "pessoas" que dizendo-se seguidores e actuando em nome de um invocado deus "menor", são preconceituosos, assassinos, racistas, selvagens.

Tolero toda e qualquer religião, pois cada ser humano é livre de pensar e acreditar no que entender, mas abomino todos os fanatismos exacerbados e considero execrável os silêncios de quem podendo, cala, perante estes actos de selvajaria.


A notícia no DN Globo: "Casal apedrejado e executado por relação extraconjugal"

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

As prendas

1. "(...) As prendas de Natal não cabiam em três salas. Era sempre a mesma coisa, mas, para mim, era absolutamente indiferente quem me estava a dar a prenda. (...) Nunca comprei uma caneta ou um relógio, mas nunca me senti minorado na minha honestidade por causa disso."

São declarações do ex-Presidente da República, Drº Jorge Sampaio, que ontem fez questão de comparecer pessoalmente no Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa, como disse aos mass media, para defender o amigo José Penedos.

2. "Vim atestar o alto valor moral e a grande capacidade técnica de José Penedos", arguido no processo Face Oculta.

(Recordando: José Penedos é acusado de dois crimes de corrupção e dois de participação económica em negócio por casos que envolvem o seu filho, Paulo Penedos, e negócios com o empresário de Ovar Manuel José Godinho)

Aqui

Já Emile Zola exclamava: "Que patifes, as pessoas honestas"!

sábado, 22 de janeiro de 2011

NOVO INSPECTOR-GERAL DA EDUCAÇÃO
"Foi nomeado para o cargo de Inspector-Geral da Educação o inspector Agostinho Gonçalves Alves da Santa, que integra o Mapa de Pessoal da Delegação Regional do Norte da Inspecção-Geral da Educação. A nomeação, com efeitos a 31 de Dezembro, foi efectuada pelo Despacho n.º 1451/2011, de 10 de Janeiro, do Primeiro-Ministro e da Ministra da Educação, publicado no Diário da República, 2.ª Série, n.º 12, de 18 de Janeiro. "

Conheço o Dr. Agostinho Santa desde o tempo do Liceu e Magistério. Na altura, juntamente com outro amigo de nome Vitor "Carrasco", mantinha uma intervenção social e política de relevo em Vila Real. Era, então um jovem de causas, de fraturas, de liberdade e de democracia.

Mas, o que mais admirava nele (e também no Vitor Carrasco) era a sua enorme cultura geral, comparativamente aos outros jovens da sua idade. Conheciam os melhores autores e as maiores obras políticas. Foi (foram) o(s) melhor(es) aluno(s).
Há muito pouco tempo soube que o Vitor é director numa escola na zona de Lisboa, agora é o Agostinho que vê reconhecido o seu mérito.
Votos de sucesso.
http://www.ige.min-edu.pt/upload/Legislação/Despacho_1451_11_Nomeacao_IGE_Agostinho_Santa.pdf

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Ideias interessantes que a Net permite:

“Primeira orquestra colaborativa mundial”

O coletivo sinfónico do YouTube lançado em 2009, é a “a primeira orquestra colaborativa do mundo”: os músicos prestaram provas em vídeo, foram avaliados através da internet, por um júri que escolheu os finalistas, e esses foram depois votados online pela comunidade de utilizadores do site.

Terminadas todas as seleções, de entre os escolhidos, contam-se o Pedro Silva, estudante da Licenciatura em Música da Universidade do Minho e Vasken Fermanian, brasileiro, estudante da Licenciatura em Violino na Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco.

A estreia será na Ópera de Sydney, em Março.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Portugal despede-se, no Mosteiro dos Jerónimos, do artista moçambicano Malangatana.

O pintor foi uma das maiores figuras da cultura de Moçambique e da lusofonia, e deixa-nos como legado uma vasta obra na pintura, gravura, cerâmica, tapeçaria e escultura.

Tive a sorte de me ter cruzado com ele, por uma vez, de passagem. Não me regateou umas breves frases de circunstância.
Há pessoas assim, cordiais e simples, mas tão complexas e grandiosas!

Interessante explicação acerca de moral e ética