quinta-feira, 29 de abril de 2010

Intervalo na legiferação


Ontem, os senhores funcionários da Assembleia da República fizeram greve, vai daí, todo o agendamento do trabalho dos senhores deputados foi suspenso, presumo, pelo senhor presidente da Assembleia.

Surpreendente!

Será que não houve serviços mínimos que permitissem os trabalhos dos deputados? Ou o poder legislativo ainda não é serviço público essencial e por isso ali não há serviços mínimos; Ou havendo-o, este não seria suficiente para garantir o labor dos senhores deputados? Ou foi porque se trata da feitura de leis e coisas semelhantes e estas não terem pressa? Ou foi porque as leis já estão encomendadas, e aos deputados basta uma sessão de tempos a tempos, conforme elas cheguem feitinhas, para aprovarem tudo por apanhado? Ou foi por saber bem gozar mais um dia de descanso à boleia da greve dos funcionários? Ou foi...

Bom, seja como for, o que vou pedindo é que os funcionários dos ministérios do governo não façam greve, senão!... Lá ia o governo também suspender a sua actividade...

Sempre se cumpriria a rábula da guerra do grande Solnado, quando ao telefone mandava suspender a guerra para todos irem alomoçar ou dormir.

segunda-feira, 26 de abril de 2010


Old lady on ski. Stationsgatan in Luleå

Cumpriu-se o que se antevia no meu post anterior e a nuvem "esfumou-se". Ainda bem para os milhões de passageiros afectados, para as companhias de aviação e para as economias depauperadas.

Ainda bem para mim, que pude ter uma visita vinda de Lulea, bem do norte da Suécia, com transferências em Stockholm, Lisboa até ao Porto.

domingo, 18 de abril de 2010

Quem diria!


Quem diria que um vulcão que decidiu acordar na longínqua e gélida Islândia iria parar toda a Europa! São milhares de voos suspensos e milhões de pessoas retidas nos aeroportos longe de casa, por uma nuvem que tolda os céus e impede os aviões de voarem.

Parecia que regressámos ao período antes da aviação e à época de ouro dos comboios, tal foi a procura deste meio alternativo e de autocarros, que teve o condão de acordar as pessoas para as distâncias e o tempo gasto para as percorrer.

Até o nosso presidente da República, de visita à República Checa, se viu compelido a viajar mais de uma dezena de horas, de autocarro, até ao sul de Itália, para daí poder voar até Lisboa.
Bom, mas nem tudo o que é mau dura sempre, pois se as primeiras notícias anteviam semanas, senão meses de paralisação dos aeroportos, dizem agora que já se estará a dissipar, a esfumar ou a desaparecer, tal qual gripe A. Ainda bem.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

A energia Solar à conquista dos mares


PlanetSolar é o maior barco do mundo movido a energia solar, e foi lançado à agua ontem, por volta da 14h em Portugal, para começar os testes marítimos. O barco tem cerca de 5.400 metros quadrados de células foto voltaicas, no telhado, tornando-o o maior barco alimentado por energia solar. Este projecto foi levado a cabo, por Raphaël Domjan Presidente fundador da PlanetSolar.
http://www.tecnologiasdeultimogrito.com/

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Coimbra escolheu "Os Maias"


"Na iniciativa 10 Paixões em Forma de Romance, concurso promovido pela Universidade de Coimbra - em que participaram estudantes, professores e funcionários -, Os Maias, de Eça de Queirós, foi o livro mais votado, seguido de Memorial do Convento, de José Saramago.
Cada participante era convidado a escolher "os três romances em língua portuguesa que mais gostou de ler".
Na lista dos mais votados estão ainda Amor de Perdição (Camilo), A Cidade e as Serras (Eça) e Equador (Miguel Sousa Tavares)."
Retirado daqui.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Fim dos carteiros!


Na Finlândia está a ser levada a cabo uma verdadeira revolução. Até ao final do ano um conjunto de pessoas e empresas deixará de receber correspondência postal em papel passando esta a ser digitalizada e entregue em formato electrónico. Pretende-se, diz-se, reduzir as emissões de CO2 e diminuir o número de carteiros nas ruas e estradas.

Os utilizadores deste serviço receberão um e-mail ou um SMS assim que a sua correspondência em papel for aberta, digitalizada e enviada em formato digital para uma caixa de correio electrónico segura, ao qual apenas o destinatário tem acesso.

Claro que já levantaram vozes de protesto contra a perda e violação de privacidade: num primeiro momento nos serviços ao abrir a carta e digitalizá-la e, num segundo momento, na caixa de correio electrónico passível de violação.

Poderá ser o início o fim das cartas em papel, mas já há uns anos se profetizava o mesmo para os livros e dos jornais com o advento da sua disponibilização online.

terça-feira, 6 de abril de 2010

A história repete-se a cada esquina!


Régio pasmava-se com os salários dos políticos. Hoje, para além desses, apontam-se os gestores e administradores.
Via amigo, Paulo Pereira Guedes (para ler melhor, clicar na imagem)

sábado, 3 de abril de 2010

Different culture, different priorities...

quinta-feira, 1 de abril de 2010

«Na realidade, o síndroma de Superioridade é uma consequência de um prévio complexo de inferioridade mal resolvido.
Quem não sente a "inferioridade", não precisa de exibir a sua "superioridade"».

Alfred Adler
Eu bem desconfiava que muitos políticos que por aí se exibem todos impertigados, olhando do alto do seu Olimpo para os outros como seres considerados menores, pouco mais que servos da gleba, teriam de ter alguma coisa mal resolvida da infância, qual complexo de Édipo! Nalguns políticos, esta deformação é tão profunda e patente, que a doença se tornou irreversível e sem cura.

1 de Abril, dia das mentirinhas


Entre as muitas mentirinhas, ficou célebre a novela informativa da Columbia Broadcasting System (rádio CBS), quando interrompeu um programa musical, e de repente, lançou uma "notícia" extraordinária:

"Senhoras e senhores, interrompemos nosso programa de música de danças para levar a vocês um boletim especial da Intercontinental Radio News. Às 19h40 hora central, o professor Farewell, do Observatório do Monte Genning, Chicago, Illinois, informou ter observado sobre a superfície do planeta Marte várias explosões de gases incandescentes ocorrendo em intervalos regulares."

... Mais tarde, em novo "boletim informativo", o repórter entrevista o proprietário da fazenda na cidade de Grover's Mill, em Nova Jersey, onde acabara de cair um objeto cilíndrico e metálico. E continua: "O professor Pirson, um dos especialistas entrevistados, conta que o metal é extraterrestre, pois não há similares no planeta Terra."...

"Alguém ou alguma coisa sai de um buraco do cilindro", narra o repórter. Coloca no ar ruídos, grunhidos, ordens indecisas. -"Militares vão ao encontro da nave e que horror! um jato de calor incendeia árvores, segue destruindo casas, carbonizando pessoas, e vai aproximando-se perigosamente da nossa reportagem", que grita de pavor e tenta dizer... "e interrompe-se a transmissão."

... Novo bloco informativo: "Senhoras e senhores, as notícias são muitos graves. Por mais incrível que pareça, as observações da ciência e a evidência de nossos olhos conduzem à conclusão irrecusável de que aqueles estranhos seres que aterraram hoje à noite na região agrícola de Gersey são a vanguarda de um exército invasor vinda do planeta Marte! ... O general Montgomerey Smith diz que a potência dos raios de calor emitido pelas pistolas dos alienígenas, são armas mais poderosas do quaisquer outras antes conhecidas, estando já os Condados limítrofes sob lei marcial.
A ordem é, que ninguém saia de casa".

Interessante explicação acerca de moral e ética